terça-feira, 24 de março de 2020

Guedes se isola e avalia saída do governo Bolsonaro

Ministro teria ficado bastante contrariado com a forma como o presidente anunciou o recuo da medida provisória 927. 
Por *Renato Rovai
Que, entre outras coisas, permitia às empresas suspender contratos de trabalho e de salários por quatro meses.
O blogue apurou que o ministro da Economia Paulo Guedes está a um telefonema de deixar o governo Bolsonaro. O ministro teria ficado bastante contrariado com a forma como o presidente anunciou o recuo da medida provisória 927 que, entre outras coisas, permitia às empresas suspender contratos de trabalho e de salários por quatro meses.
Bolsonaro deu a entender que foi enganado por Guedes e que assinou a medida sem lê-la em detalhes.
Ontem Guedes sequer participou da reunião com os governadores do Nordeste. A atitude teria sido um recado. Alguns jornalistas já sabem da situação limite de Guedes e hoje o colega Rodrigo Vianna foi um dos que soltou um tuite sobre o assunto.
“Em meio à crise do Coronavirus e à catástrofe econômica, chama atenção o comportamento errático de Paulo Guedes. 
O ministro estaria isolado em casa, no Rio. Abalado e abatido. A bateção de cabeça na MP 927 é resultado disso: falta coordenação. Clima de fim
de festa “, escreveu.
O isolamento de Guedes e sua completa ausência na mídia num momento tão grave da economia do país estariam levando Bolsonaro a já começar a avaliar outros nomes para sua substituição.
Quem está segurando para que isso não aconteça são os articuladores políticos do governo que consideram de alto risco mudar de ministro da Economia em meio a um momento tão complicado.
*Renato Rovai é editor da Revista Fórum
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.