domingo, 1 de março de 2020

Jornalismo perolado

Por *Gustavo Rosal

O Flamengo não chegou a acordo sobre os direitos de transmissão de imagem com a rede Globo sobre um tradicional compeonato futebolístico do Rio de Janeiro. Portanto, e como sou neto de seu Valdir Barros, busquei o radinho mais acessível para não perder as tabelas. Experiência muito imaginativa, essa de rádio, com a mágica de criar em conjunto a história dos lances. Imagine o Fla x Flu (que não deixará de ser charmoso) e eu vagando entre assuntos banais, sublimes, importantes? Um completo despropósito! É necessário acompanhar o clássico. Meados do 1° tempo e o radialista esportivo, ao discorrer sobre as importações portuguesas ao Brasil, sai com essa tese, suponho, "paradigmática": - Precisamos quebrar com esses paradoxos, sei lá!
E estava o ouvinte de imaginar-se em uma odisséia de Stanley Kubrick, luminoso de filosofias sobre o gramado do Maracanã. A disputa, por outro lado, mais amena, transcorreu sem maiores paradoxos ou paradoxos quebrados. Já em outro momento eu passava e captei, com minhas anteninhas de cronista:
- Aqui na Praia de Atalaia houve uma chuva bem considerada.
Era um jornal da localidade, que nessa véspera de carnaval propõe-se a alertar aqueles que vêm à turismo. O jornalista considerava bem a chuva, com seu ar perspicaz de critério? Há questionamentos que não se respondem e piadas que jamais exaurem seus motivos.
18.02.20
*Gustavo Rosal é escritor, especialmente poeta, cronista e contista. Participou das coletâneas "Versania" e "Contos entre Gerações", ambas de repercussão na cidade de Parnaíba, para além de outras publicações em jornais culturais, revistas, sites, blogs, redes sociais e afins, a exemplo do jornal "O Piagüí", o blog da Academia Parnaibana de Letras, o espaço "Escrever sem Fronteiras", de iniciativa do Sesc, "Trema", "Gueto", "Vacatussa". É bacharelando em Direito pela UESPI. Nascido em Teresina, no ano de 1996.
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.