quinta-feira, 30 de abril de 2020

Covid-19: Demanda por UTIs dobra a cada semana, diz Wellington; 33% estão ocupadas

Por Apoliana Oliveira
O governador Wellington Dias (PT) informou que 33,3% dos 180 leitos de Unidade de Terapia Intensiva, destinados a pacientes com Covid-19 no Piauí, estão ocupados.
Metade destes leitos foram ocupados ao longo da última semana, quando a demanda por UTIs praticamente dobrou, tendência que deve ser a mesma nas próximas semanas. Já a ocupação de leitos clínicos é de 14,9%, considerando o total de 738 disponíveis para pessoas infectadas pelo novo coronavírus.
"Nós estamos aqui em uma corrida, para até o dia 2 [de maio] aumentar de 30, lá em março, para 310 leitos de UTIs e sala de estabilização. Mas o coronavírus vai contaminando, e a gente tem que dar conta de novos leitos", explica o governador, ressaltando o esforço na construção de hospitais de campanha e para o uso de leitos da rede privada.
Em live nas redes sociais, nesta quarta-feira (29), Wellington demonstrou ainda preocupação com o aumento no número de internações por conta das chamadas 'síndromes respiratórias', que tiveram crescimento de até 15% em relação ao ano passado. "São pessoas com sintomas respiratórios, chegam na nossa rede e uma parte precisa ficar em leito clínico, e outra parte precisa de UTI, que não são muitos. Não temos tantos equipamentos e tantos profissionais", diz. Dificuldade na aquisição de equipamentos.
Outra dificuldade mencionada por Dias é na aquisição de equipamentos, tanto de proteção individual para os profissionais, como para camas e respiradores. Além da falha do governo federal, diz o governador, há ainda o "leilão" internacional praticado por fornecedores, que tem elevado absurdamente o preço dos equipamentos.
mas não está fácil", justifica. Sem contar o fato de que compras realizadas não estão sendo concluídas. "E isso tudo atrapalha o plano. Fizemos um plano para chegar a 600 leitos até 20 de maio, mas não está fácil", justifica.
Fonte: 180graus.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.