quinta-feira, 30 de abril de 2020

Governador faz balanço da Covid-19 no Piauí e anunciará novas medidas nesta quinta (30)

Por Assessoria de Comunicação SESAPI - secsaudepi@gmail.com
Wellington Dias destacou o isolamento social como o principal ponto a ser executado.
Por Lorenna Costa
O governador Wellington Dias apresentou, nesta quarta-feira (29), por meio de suas redes sociais, o cenário da Covid-19 no Piauí e reforçou as medidas adotadas até agora para o enfrentamento da doença causada pelo novo coronavírus. Até o momento, o estado está com 454 casos confirmados, 24 óbitos e 129 altas médicas.
No dia 30 de janeiro, a Organização Mundial de Saúde (OMS) despertou atenção do mundo inteiro quando declarou Emergência em Saúde Pública em virtude do avanço de um novo coronavírus. Desde então, alertas foram dados e o Piauí começou a buscar informações e medidas adequadas, tais como o isolamento social, o fortalecimento da rede de saúde, o desenvolvimento de ações sociais e econômicas, além do reforço na segurança.
Dentro da lógica do trabalho que vem sendo realizado, Wellington Dias destacou o isolamento social como o principal ponto a ser executado. “É a base para evitar a rápida propagação do vírus e dar tempo ao estado para garantir mais leitos e equipamentos no tratamento da população. A vida inteira trabalhei para estimular a economia e não é fácil adotar medidas como essa, mas a vida de
cada ser humano é o que mais importa nesse momento”, disse o governador.
Para o fortalecimento da rede de saúde, o chefe do executivo estadual destacou a ampliação do número de leitos exclusivos para Covid-19, a garantia de equipamentos de proteção para profissionais que atuam na linha de frente, a ampliação do número de testes para todos os municípios, a contratação de novos profissionais de saúde e a utilização do aplicativo Monitora Covid-19.
Há também a lógica do trabalho social, com ações de proteção aos que mais necessitam. “Neste sentido, o programa Auxílio Merenda em Casa foi criado, além do Auxílio Psicológico on-line, criação de abrigo para pessoas de rua, distribuição de kits de alimentos e higiene para famílias carentes e suspensão do corte de água, luz e outros serviços essenciais”, destacou Dias.
Quanto às ações econômicas, o governador lembrou que foi reduzido o ICMS para venda de álcool em gel e máscaras; concedida linha especial de crédito para empresas com a Agência Piauí Fomento; prorrogação do desconto no IPVA; parceria com o Banco do Brasil para concessão de novos créditos; criação do site e aplicativo Piauí Delivery. Na área da segurança, foram colocadas barreiras sanitárias nos pontos de divisa do Piauí com outros estados, fiscalização de estabelecimentos para cumprimentos do isolamento social e reforço do policiamento nas ruas para evitar crimes em tempos de quarentena.
Por fim, o governador falou da retomada das atividades e pediu à população que continue em casa. O decreto que define o isolamento social terá vencimento nesta quinta-feira (30), por isso, Wellington Dias anunciará novas medidas no mesmo dia. “Tenho pensado na retomada das atividades, mas ainda não é o momento adequado. Estamos, hoje, com mais de 5 mil mortos no país. Já ultrapassamos o número de óbitos da China e estamos entre os dez países com mais casos confirmados e ainda há as subnotificações, que são pessoas que não foram testadas, que não deram entrada na rede hospitalar e os assintomáticos. Quem fez flexibilização ou adotou medidas tardias teve uma explosão de casos. Queremos evitar isso no Piauí. Então, peço que todos colaborem e fiquem em casa”, alertou Dias.
Fotos: Pedro Falcão
Fonte: Portal da Saúde
Edição: Mário Pires Santana 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.