quinta-feira, 30 de abril de 2020

Pesquisa: Piauí pode chegar a quase 195 mil infectados no início de junho

Por Apoliana Oliveira
ESTADO APRESENTA DADOS
O governo do Estado divulgou nesta quinta-feira (30/04) os dados da pesquisa de status sorológico da população piauiense em relação ao novo coronavírus, realizada pelo Instituto Amostragem em 14 municípios, entre os dias 24 e 28 de abril.
O levantamento mostra que no estado, a cada 100 mil habitantes, 116 estão infectados. Destes, apenas 14 estão notificados pela Secretaria Estadual de Saúde.
Com taxa de infecção é de 0,11% da população, a pesquisa indica que no Piauí pelo menos 3.783 pessoas já estariam com Covid-19, número bem abaixo do informado pela Sesapi, que até ontem indicava 513 casos confirmados da doença.
COLAPSO NO INÍCIO DE JUNHO
O dado que mais preocupa é a taxa de reprodução da doença, que no Piauí é de 2,2, considerando período de transmissão de 7 dias.
A equipe de epidemiologia da Sesapi projetou que, se houver relaxamento das medidas de isolamento, e se nada for feito para diminuir essa taxa, o sistema de
saúde pode chegar ao seu colapso em 3 de junho, quando quase 195 mil
pessoas estariam contaminadas, com 5.849 delas precisando de internação
ESTRUTURAÇÃO DA REDE DE SAÚDE

Considerando que o contágio no Piauí está apenas no início, o governador Wellington Dias avalia que a adoção de medidas em prol do isolamento social de forma precoce ajudaram a garantir melhor estruturação da rede de saúde. "Ter uma contaminação de forma gradual permite que quando uma parte das pessoas precisa de hospitalização, outra parte está saindo", diz.
Até a primeira semana de maio, a previsão do governo é ter instalado 311 leitos completos de UTI. Até o dia 20 de maio, o número saltaria para 600, considerando que a compra programada de 290 respiradores não seja frustrada. 
Outra estratégia é o uso dos hospitais de campanha, que permitirão receber pacientes que hoje são encaminhados para o Hospital Getúlio Vargas, por exemplo, desocupando leitos no hospital para os casos considerados mais graves, que dependem de estrutura completa para o atendimento. 
O governo vai ainda lançar edital para o setor privado, para que sejam ofertados leitos exclusivos para pacientes com Covid-19. "O que eles oferecerem nós vamos adquirir", afirma Wellington.
Fonte: 180grau.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.