terça-feira, 7 de abril de 2020

Psicóloga dá dicas de como manter saúde mental na quarentena

Principal indicação é planejar tarefas que se sintam bem em realizá-las para diminuir a ansiedade
Por Sariny Leão - Assessoria de Comunicação  
Como forma de contenção da pandemia da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, a Organização Mundial de Saúde recomenda isolamento social. Essa quarentena fez muita gente da rotina, fato que está mudando o equilíbrio emocional das pessoas. Para diminuir a ansiedade, especialistas indicam novos planejamentos, incluindo coisas prazerosas e adaptações do dia a dia.
De acordo com a professora do curso de Psicologia da Faculdade UNINASSAU Parnaíba, Fabiana Cruz, uma nova rotina deve ser implantada nessa época com adaptações que podem ser facilitadas pela tecnologia. 
“A sugestão é que se tenha uma lista de tarefas a serem realizadas durante o dia, como: limpeza e organização da casa; leitura de livros; assistir filmes; destinar um horário para a prática de atividade física, de meditação ou técnicas de relaxamento. Não passar muito tempo nas redes sociais e nem nos noticiários de TV, lendo ou assistindo informações sobre a Covid 19, e, principalmente, cuidar da espiritualidade, também é importante” recomenda.
Para a psicóloga, esses conteúdos geradores de ansiedades são um dos maiores vilões para cuidados com a saúde mental, pois aumentam a ansiedade e as desordens psíquicas. “É hora de nos dedicarmos a coisas novas, estudar assuntos que nos interessam e que não temos tempo na rotina corrida, fazer cursos on-line, entre outras coisas que nos dão prazer”, finaliza.

Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.