sexta-feira, 10 de abril de 2020

"Toda a população é considerada casos suspeitos", diz Sesapi

Ministério da Saúde disse que no Brasil não há mais transmissão comunitária. 
Por Maria Clara Estrêla
Herlon Guimarães explica que agora toda a população é considera suspeita de ter a Covid-19 - Foto: O Dia
E que, por isso, todo mundo passa a entrar no grupo de potenciais casos, sejam eles sintomáticos ou assintomáticos.
Ontem (09), o Ministério da Saúde informou que o Brasil não possui mais casos de transmissão comunitária do Novo Coronavírus, o que significa que toda a população, independentemente de ter apresentado os sintomas ou ter procurado um médico, é considerada suspeita de contaminação com a doença. Por conta disso, a Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) reformulou a maneira como divulga seus boletins epidemiológicos: a partir de hoje, não serão mais informados os números de casos suspeitos, uma vez que todos os piauienses passaram a ser incluídos neste grupo.
Quem explica é o superintendente de Atenção Básica da Secretaria, Herlon Guimarães. “Com a declaração do Ministério de que não existe mais a transmissão comunitária, então toda e qualquer pessoa é considerada suspeita. Desde a semana que o Ministério pediu para que usássemos mascaras pelo simples fato de que todos fazerem parte desse grupo de possíveis casos do Coronavírus. A pessoa pode estar sintomática ou assintomática, por isso nossos
boletins agora terão apenas dados confirmados, óbitos e os descartados”, explica Herlon.
De acordo com o último boletim divulgado pela Sesapi, o Piauí possui 40 casos
confirmados da Covid-19, 955 casos descartados mediante exames laboratoriais e sete óbitos. Uma dessas vítimas fatais da doença é uma jovem de 22 anos. Vale lembrar que a maior parte dos infectados no Piauí está fora do grupo de risco dos idosos e possui entre 30 e 59 anos.
Ainda ontem (09), o Laboratório Central de Saúde Pública do Piauí (Lacen-PI) passou a funcionar em regime de plantão 24 horas por dia. O objetivo dessa nova escala é aumentar a capacidade de testagem para detectar casos do Novo Coronavírus aqui no Estado em pacientes monitorados. Segundo a Sesapi, das 148 UTI’ que integram a rede pública do Piauí, 26 leitos estão sendo utilizados para o tratamento da doença.
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.