quinta-feira, 7 de maio de 2020

A marcha fúnebre de Bolsonaro e Guedes rumo ao STF

A fúnebre marcha do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e de seu ministro da Economia (kkk), Paulo Guedes, rumo ao Supremo, está rendendo “memes” nas redes sociais.
Do Blog do Esmael
Um dos integrantes do séquito bolsonarista disse na reunião com o presidente do STF, Dias Toffoli, que “haverá morte de CNPJs” se a economia não for reaberta imediatamente. “Alô, empresário explorador de trabalhador! Enfia o CNPJ no rabo! Morto não compra, idiota genocida!”, protestou pelo Twitter o ator José de Abreu.
O jornalista Leonardo Sakamoto, assustado pelo que viu e ouviu, escreveu que “CNPJ não morre, gente é que morre. Mas CPF de pobre tem aos montes, morre um, coloca outro no lugar. Já foram mais de 8,5 mil por Covid-19. Mas esse pessoal ainda acha que é pouco.”
Além da frase “haverá morte de CNPJ”, outras pérolas foram ditas pelos empresários na reunião entre Bolsonaro, Toffoli e Guedes: “A indústria está na UTI”. “Tem CNPJ morrendo de má gestão, mas o contador é obrigado a colocar que foi coronavírus!”, ironizou o internauta Daniel Cassol. O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) classificou a visita surpresa de Bolsonaro a Toffoli como a “Marcha da Morte”.
“Marcha da Morte! Bolsonaro junto com Guedes e empresários marcham até o STF para pedirem flexibilização do isolamento social. 600 mortes por dia, colapso na saúde, ajuda emergencial que não chega e Guedes diz que tem CNPJ que vai morrer, quem morre são pessoas e aos milhares”, indignou-se o parlamentar psolista.
A questão da “Morte de CNPJs” é mais uma evidência de que o bolsonarismo é nada empático com o sofrimento alheio, com perdas de vidas. Pelo contrário. Eles querem se aproveitar dessa tragédia humana, em plena pandemia de Covid-19, para se restruturar e maximizar o lucro. Ou seja, querem o financiamento público para demitir trabalhadores e salvar sua empresa da “má gestão” anterior a esse período especial.
Fonte: Blog do Esmael
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.