domingo, 3 de maio de 2020

APOIO: Fenaert repudia violência contra profissionais de imprensa

A Fenaert lamenta profundamente os ataques, repudiando toda e qualquer atitude que prejudique a coleta e apuração de informações relevantes e de interesse público.
Por Redação
Ataques a jornalista em manifestação/Foto/O globo
Neste domingo (3), jornalistas e fotógrafos que cobriam as manifestações favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro voltaram a sofrer ataques. Desta vez, os profissionais do jornal Estadão foram agredidos com chutes e empurrões durante cobertura na Esplanada dos Ministérios, em Brasília.
"Justamente no Dia da Liberdade de Imprensa termos relatos como esse, é uma situação intolerável. Devemos prezar pela segurança e pelo exercício da profissão com dignidade", afirma Guliver Leão, presidente da Federação Nacional das Empresas de Rádio e Televisão (Fenaert).
A Fenaert lamenta profundamente os ataques, repudiando toda e qualquer atitude que prejudique a coleta e apuração de informações relevantes e de interesse público. 
Reitera também o compromisso com a segurança e integridade dos profissionais de imprensa, que desempenham papel fundamental durante a cobertura da pandemia mundial de Coronavírus e seus desdobramentos políticos, econômicos e sociais.
Fonte: Piauí Hoje
Informações: Camejo Comunicação
Grifos do Editor
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.