quarta-feira, 20 de maio de 2020

"Enquanto existir leitos em Teresina haverá para Timon", diz prefeito Firmino Filho

Teresina atinge quase 70% de ocupação de UTIs para atendimento de Covid-19 e preocupa prefeito
Por Valciãn Calixto 
Prefeito Firmino Filho (PSDB)Foto: Reprodução
O prefeito Firmino Filho usou suas redes sociais para enviar um recado aos timonenses. O gestor disse que enquanto houver leitos em Teresina para atender pacientes infectados com Covid-19 haverá leitos para o município vizinho. "O que o Rio Parnaíba uniu nenhuma pandemia será capaz de separar. Somos cidades irmãs e assim continuaremos", afirmou após decretar multa de R$ 195,23 e apreensão de veículos para quem for flagrado tentando entrar no Piauí por meio das pontes que ligam a Teresina a Timon.
Apesar do tom solidário na fala de Firmino, o quadro traz preocupações, pois dados da última segunda-feira (18) apontam que 68,86% dos leitos de UTI exclusivos para tratamento de pacientes com Covid-19 existentes em Teresina estão ocupados, de acordo com o Censo Hospitalar da Fundação Municipal de Saúde (FMS).
Confira a íntegra da fala de Firmino Filho:
Teresina e Timon são extensão uma da outra e não vai ser uma pandemia que vai acabar com isso, pelo contrário, nossa cidade continua de portas abertas, inclusive, para receber pacientes em situação de emergência e urgência, assim como os demais pacientes regulados por Timon, cumprindo o pacto de saúde e de solidariedade entre as duas cidades.
Mas o fato é que as pontes são portas de entradas para vários outros municípios e é isso que precisamos monitorar até porque além de não termos nenhum tipo de regulação para atendermos tantas outras cidades do Maranhão e de outros estados, nós não temos como suportar essa sobrecarga.
Tenho mantido contato permanente com o prefeito Luciano Leitoa que vem fazendo trabalho sério em Timon. Assim como Teresina, ele assinou decreto para garantir que só serviços essenciais estejam funcionando. Se você faz parte desse serviço pode e deve vir a Teresina, agora se não faz parte desse grupo tem que ficar em casa e é isso que tanto eu quanto o prefeito de Timon venho defendendo.
Enquanto existir leitos em Teresina haverá para Timon. foi definido pelos dois gestores e esse é um acordo que vamos honrar tanto pela relação institucional como por essa irmandade e solidariedade que os povos construíram juntos durante todos esses anos. Mas reitero é preciso diminuir o fluxo de pessoas, inclusive de outros municípios nas duas cidades. É isso que vai proteger tantos timonenses quanto teresinenses.
Mortes
Segundo a Secretaria municipal de Saúde de Timon, cinco mortes em decorrência do novo vírus já foram registradas e 137 infectados.
Já Teresina teve 41 óbitos, 1.385 casos confirmados e 105 pacientes recuperados.
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.