sábado, 23 de maio de 2020

"Entrego a Deus", diz Wellington Dias após Damares pedir prisão de governadores

Damares criticou governadores e prefeitos por adoção de medidas rígidas para o enfrentamento ao Covid-19
Por Valciãn Calixto 
Governador Wellington Dias/Foto/Reprodução
O Governador do Piauí, Wellington Dias (PT), veio a público responder às críticas feitas pela ministra Damares Alves durante reunião ministerial realizada há exatamente um mês e que foi divulgada nesta sexta-feira (22) via decisão do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello. Em uma trecho do vídeo divulgado, a ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) tece críticas aos governadores e prefeitos do Brasil por terem adotado medidas duras no enfrentamento ao novo coronavírus.
Ela cita nominalmente o governador ao dizer que Dias assinou decreto permitindo a entrada de policiais em residências sem mandado. O gestor lamentou e explicou o que aconteceu.
"É lamentável essa declaração da ministra e mais do que isso, sempre a tratamos com todo o respeito do Piauí. Eu entrego a Deus para que cuide dela, agora na época fizemos aqui um decreto que tinha como base a lei federal 13.789. Era essa lei que exigia que os Estados para ter acesso aos recursos da área da emergência, a gente vivia uma situação de enchentes, e para atender os municípios mandaram uma minuta e eu assinei de boa fé. A OAB nos alertou e imediatamente fiz a alteração. No Piauí a área da Segurança só entra numa casa para salvar vidas", afirmou.
Estudo realizado por Jefferson Leite, professor-doutor do núcleo de Matemática da Universidade Federaldo Piauí (UFPI), estima que foram exatamente as medidas adotadas em consonância entre o governador Wellington Dias e o prefeito de Teresina, Firmino Filho, que evitaram a morte de pelo menos 600 pessoas só na capital. Essas foram as medidas que Damares criticou na reunião ministerial.
Fonte: Piauí Hoje
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.