sexta-feira, 8 de maio de 2020

Lockdown: W.Dias afirma que se isolamento não for cumprido, adotará 'linha mais dura'

Por Apoliana Oliveira
O governador Wellington Dias (PT) afirmou que se os índices de isolamento social continuarem em queda, abaixo do recomendado pelas autoridades em saúde para evitar a disseminação do novo coronavírus, terá de recorrer ao "lockdown".
— Para não ter lockdown, o fechamento total, a gente precisa do isolamento social — afirmou Wellington em entrevista à Rede Clube, na tarde desta quinta-feira (07/05).
Ele reforçou que a medida é a única que pode garantir uma condição "menos perigosa" para a população.
Ontem, o Piauí ultrapassou a marca de 1 mil casos de coronavírus. 35 pessoas morreram vítima da doença no estado.
— Se não seguir o isolamento, vamos ter que ir para uma linha mais dura. Torço para que a população colabore, que todos colaborem, para não precisar disso — pontuou.
O lockdown pode ser decretado pelo governador, a exemplo do que fez Camilo Santana (PT) na capital cearense, Fortaleza, ou mesmo determinado pela Justiça, como ocorreu em São Luís (MA). 
Com o 'fechamento total', a circulação de pessoas só é possível com autorização por escrito do empregador - caso seja funcionário de algum serviço essencial - ou do poder público. 
Sair de casa, só para comprar comida ou medicamento. 
A tráfego de veículos é restrito e áreas onde há maior contaminação podem ser isoladas. Entradas e saídas da cidade também passam a ter restrição de acesso.
Fonte: 180graus.com
Grifos do Editor
Edição:Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.