terça-feira, 12 de maio de 2020

Pesquisa sorológica estima 17 mil pessoas infectadas com Covid-19 no Piauí

Essa é a segunda pesquisa encomendada pelo Governo do Estado ao Instituto Amostragem.
Por Maria Clara Estrela
Essa é a segunda pesquisa encomendada pelo Governo do Estado. Foto: Agência Brasil 
Essa quantidade é 4,5 vezes maior que o número de infectados projetado na última pesquisa.
Os números da Covid-19 seguem em crescimento no Piauí. A segunda pesquisa sorológica encomendada pelo Governo do Estado ao Instituto Amostragem revela que pelo menos 17.148 pessoas estariam contaminadas pelo coronavírus no Piauí. Essa quantidade é 4,5 vezes maior que o número de infectados projetado na primeira pesquisa realizada há apenas uma semana, quando o Piauí teria cerca de 3.800 pessoas com a doença.
Os números foram divulgados na tarde desta segunda-feira pelo estatístico Batista Teles durante uma live com membros técnicos da Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) e com o governador Wellington Dias (PT). Esta segunda pesquisa teve como amostra 14 municípios piauienses, alcançando um universo de 4.771 testes. A margem de erros ficou em torno dos 2%.
“Encontramos uma taxa de infecção no Piauí de 0.005239. A princípio é um número muito pequeno, mas quando projetamos isso às estimativas populacionais do IBGE, encontramos um dado alarmante. Para se ter uma ideia, em 25 domicílios, pesquisados, encontramos mais de 40 pessoas infectadas, ou seja, para cada caso, havia pelo menos mais dois positivados. A taxa de infecção, portanto, ficaria em torno dos 1,6”, explicou Batista Teles.
Seguindo-se com este padrão, a possibilidade é de que o Piauí veja seu sistema de saúde entrar em colapso dentro dos próximos 15 ou 20 dias. Levando-se em conta a média de leitos com respiradores, o Governo estima que em um momento de extrema demanda, o sistema de atendimento à Covid-19 tenha um déficit de cerca de 100 equipamento de respiração.
Preocupa ainda mais o fato de que a compra mais recente de respiradores efetuada pelo Piauí ter tido a entrega dos equipamentos adiada. Trata-se de uma negociação feita junto a Bruxelas. O governador Wellington Dias informou nesta manhã que a compra já havia sido fechada, mas que a disponibilização desses respiradores, que deveria acontecer amanhã, ficou sem data definida.
O Piauí, junto com os demais estados do Consórcio Nordeste estão ainda negociando a compra de mais respiradores junto a países como a Alemanha, por exemplo, e a estados como São Paulo e Minas Gerais.
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.