segunda-feira, 4 de maio de 2020

PGR pede ao Planalto vídeo de reunião citado por Moro

Por Manuela Dorea
Foto/Adriano Machado/Reuters
No pedido formulado pela PGR para que o ministro Celso de Mello, do STF, libere o depoimento de autoridades do Palácio do Planalto citadas por Sergio Moro no depoimento do fim de semana, o procurador-geral Augusto Aras também busca solicita a obtenção de provas diretamente na Presidência da República.
Aras pede que seja enviado expediente à Secretaria-Geral da Presidência, comandada por Jorge Oliveira, para obter cópia de uma gravação de vídeo da reunião descrita por Sergio Moro como a ocasião em que Jair Bolsonaro teria cobrado abertamente a demissão de desafetos e revelado interesse de interferir na Polícia Federal.
“O pedido de cópia está relacionado a registros audiovisuais da reunião realizada entre o presidente, o vice-presidente da República, ministros de Estado e presidentes de bancos públicos ocorrida no último dia 22 de abril no Palácio do Planalto, no intuito de confirmar a afirmação de que o primeiro teria cobrado, de acordo com o ex-titular da pasta da Justiça,
‘a substituição do SRIRJ, do Diretor Geral e relatórios de inteligência e informação da Policia Federal’”, escreve Aras.
A procuradoria também encaminha a elaboração de um laudo pericial a partir dos dados contidos no aparelho de telefonia celular de Moro, assim como de relatório de análise das mensagens de texto e áudio, imagens e vídeos nele armazenados.
Fonte: Blog da Cidadania
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.