segunda-feira, 11 de maio de 2020

Teich desconhecia decisão de Bolsonaro sobre reabertura de salão e academia

Nelson Teich (Foto: Alan Santos/PR)
Presidente Jair Bolsonaro informou que serviços serão incluídos como essenciais, o que permitirá que voltem a funcionar.

O ministro da Saúde Nelson Teich afirmou, nesta segunda-feira (11), que não sabia sobre a decisão do presidente Jair Bolsonaro de incluir academias, salões de beleza e barbearias como atividades essenciais.
Segundo ele, a decisão não passou pelo Ministério da Saúde. Mas, em tom diplomático, acrescentou que a definição de atividades essenciais, ou seja, que precisam funcionar durante as medidas de isolamento social, é uma atribuição do Ministério da Economia e uma decisão do presidente.
“Se você criar condições para que as pessoas não se exponham a risco de contaminação, pode trabalhar o retorno. Tratar essas atividades como essenciais, é um passo inicial”, afirmou Teich, durante coletiva de imprensa.
Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.
Fonte: Brasil 247
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.