quinta-feira, 14 de maio de 2020

Vícios no manuseio do celular causam riscos à vida: saiba como evitar acidentes durante a quarentena

Por Assessoria de Comunicação Equatorial Piauí

Bem antes da pandemia do novo coronavírus chegar, o celular já era indispensável na rotina de muita gente. Agora, mais do que nunca, o aparelho ocupou mais espaço no dia a dia de todos, seja por conta do trabalho remoto ou para aproximar familiares e amigos através de ligações, mensagens de textos e chamadas de vídeo. O uso excessivo do aparelho é um sinal do desequilíbrio da relação do usuário e a tecnologia. Por isso, neste momento de isolamento social alertamos sobre os cuidados de conservação do celular e, principalmente, da segurança das pessoas.
De acordo com o engenheiro eletricista da Equatorial Piauí, Abraão Menezes, o celular, como qualquer aparelho elétrico, precisa de alguns cuidados ao ser manuseado. “A maioria dos acidentes envolvendo celular que resultaram em
danos a integridade física e até mesmo óbito, ocorreram durante o uso do aparelho enquanto estava diretamente conectado à tomada sendo alimentado pela rede elétrica, normalmente para carregamento da bateria. Deve-se evitar o uso do celular enquanto ele estiver carregando, principalmente se estiver chovendo”, ressalta o especialista.
Confira outras dicas de segurança:
 ·         Em hipótese alguma fazer a higienização do celular com álcool enquanto o aparelho estiver conectado à rede de energia porque a substância é extremamente volátil e inflamável;
·         Retirar o carregador da tomada sem que esteja conectado ao celular. Deixar o carregador conectado causa depreciação do equipamento e riscos para crianças e animas domésticos de colocar o plugue na boca, quebrar o cabo e sofrer a descarga elétrica;
·         Não usar carregadores “piratas”. Os carregadores originais do fabricante são homologados e seguros;
·         Não deixar o celular carregando sobre a cama ou sofá. Caso haja um superaquecimento do aparelho, o tecido desses locais será um material inflamável para propagação de um possível incêndio.
·         Não deixar o celular carregando a noite toda, pois ao atingir os 100% de carga e, conectado à tomada, o aparelho poderá superaquecer, explodir e incendiar o imóvel enquanto a pessoa dorme.
·         Não carregar a bateria e usar o celular em ambientes úmidos, como o banheiro e a pia da cozinha. Essa pratica é a oportunidade perfeita para o choque elétrico.
Além dos riscos de acidentes, alguns vícios relacionados ao uso do celular também provocam um aumento no consumo de energia elétrica. Alguns desses vícios mais comuns é deixar o aparelho “dormindo na tomada”, ou seja, carregando a noite toda e, deixar os carregadores conectados sem o aparelho. Essas ações podem ser responsáveis pelo aumento de 10% ou mais do custo da fatura mensal.
Fonte: Email da Assessoria da Equatorial
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.