sexta-feira, 5 de junho de 2020

Trabalho doméstico: Mulheres trabalham 10 horas a mais que homens

Segundo a pesquisa, as mulheres ocupadas do Piauí estão em terceiro lugar na quantidade de horas gastas com trabalho domestico do país.
Por Jorge Machado, do Jornal O Dia
Foto/Revista/Galileu
Elas ficam atrás daquelas que residem nas cidades do Pará (20,7 horas) e na Paraíba (22,4 horas).
No Piauí, em 2019, as mulheres com emprego gastaram, em média, quase 10 horas a mais que os homens com os afazeres domésticos. Enquanto elas dedicaram uma média de 20,6 horas semanais às tarefas domésticas, os homens gastaram 10,5 horas. O dado é de uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada nesta quinta-feira (04).
De acordo com a pesquisa, as mulheres ocupadas do Piauí estão em terceiro lugar naquantidade de horas gastas com trabalho domestico do país. Elas ficam atrás daquelas que residem nas cidades do Pará (20,7 horas) e na Paraíba (22,4 horas).
A pesquisa revelou ainda que o número é maior se considerado as pessoas desempregadas. Os homens do Piauí, por exemplo, dedica apenas 11,1 horas semanais com as tarefas de casas. Já a mulher desempregada gasta mais do que o dobro do tempo no Estado: 23,7 horas semanais.
A diferença está em pequenos reparos
O único tipo de afazer doméstico que os homens realizam em maior percentual do que as mulheres é a realização de pequenos reparos ou manutenção do domicílio, do automóvel, de eletrodomésticos ou outros equipamentos, conforme a pesquisa.
Os dados mostram que aproximadamente 37,7% dos homens do Piauí disseram fazer essa atividade em seus próprios domicílios, enquanto 11,9% das mulheres disseram fazer o mesmo. Em números, a diferença representa 25,8 pontos percentuais e todas as outras atividades domésticas são realizadas por mulheres.
97,1% das mulheres fazem dupla jornada de trabalho no Piauí
APesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD) 2019 revelou ainda que 97,1% das mulheres piauienses possuem dupla jornada de trabalho. Ou seja, são profissionais remuneradas que realizam as tarefas domésticas. Entre os homens, cerca de 83,3%daqueles que são ocupados em trabalhos remunerados também fazem atividades domésticas. A diferença entre os sexos é de 13,8 pontos percentuais.
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.