terça-feira, 2 de junho de 2020

Valdeci Cavalcante sobre plano de retomada: “Traz esperança”

O presidente da Federação do Comércio do Piauí avaliou positivamente as diretrizes apresentadas pelo governador Wellington Dias.
Por Natanael Souza
Valdeci Cavalcante (Foto: Assis Fernandes/O Dia)
Empresários e entidades ligadas ao setor produtivo avaliaram positivamente o protocolo de retomada das atividades econômicas, apresentado pelo governo do Estado nessa terça-feira (02). Apesar de ainda não contemplar todas as demandas reivindicadas, o documento foi bem recebido pelas categorias, que nos últimos dias passaram a intensificar a cobrança direcionada ao governo estadual e à Prefeitura de Teresina.
Para o presidente da Federação do Comércio do Piauí (Fecomércio), Valdeci Cavalcante, o plano apresentado nesta terça-feira pelo governador Wellington Dias (PT) reacende a esperança da recuperação econômica entre os empresários do setor. Segundo ele, as diretrizes do plano já começaram a ser discutidas para possibilitar a efetivação.
“É um plano cauteloso, que traz uma esperança aos empresários. Sabemos que não podemos abrir abruptamente, a gente sabe que é preciso tomar todos os cuidados. O plano é importante porque traz essas diretrizes e estabelece prazos”, avaliou Valdeci Cavalcante, ao reconhecer que, mesmo como início da retomada, os empresários ainda continuarão sofrendo grandes prejuízos.
“Ainda vai demorar para que a população comece a frequentar Shoppings e lojas. Enquanto isso, a classe empresarial vai continuar tendo prejuízos, porque vai ter que contratar pessoal, pagar energia e outras despesas. Vamos levar pelo menos um ano para começar a recuperar os prejuízos acumulados nesse período de fechamento”, completou.
Governo do Estado x Prefeitura
O presidente da Federação do Comércio também fez comparações entre os protocolos apresentados pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Teresina. Na avaliação dele, O Palácio da Cidade deixa a desejar ao não apresentar metas concretas e falhar no diálogo com o setor produtivo do município.
Está muito difícil de conversar com o Firmino, ele está muito vaidoso, temperamental. Ele tem um recalque muito grande com a classe empresarial, ele se sente um soberano. O Firmino teve a oportunidade de tirar a máscara e mostrar sua verdadeira face. Até então, todos nós, empresários, colaborávamos com ele nas eleições, mas hoje sabemos quem é o prefeito realmente. [...] o governador é pessoa fácil da gente conversar... A gente discute, mas sempre se entende”, declarou. 
Fonte: portalodia.com
Edição: Mário Pires Santana

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade de seus autores, e não refletem, de maneira nenhuma, a opinião do redator deste portal.